Fechar as contas no fim do mês é uma tarefa que pode acabar em satisfação ou uma bela dor de cabeça: não é simples lidar com muitas variáveis, especialmente as que envolvem gastos pessoais.

A consultoria financeira é um excelente serviço disponível para aqueles que buscam saber mais sobre reais possibilidades de planejamento e desejam alcançar metas importantes e duradouras. Neste artigo, abordaremos alguns inimigos velados do bom planejador. Talvez alguns deles estejam atrapalhando o começo de um sonho, que pode ser um imóvel, uma aposentadoria confortável, uma faculdade no exterior, aquele MBA para dar um gás na carreira… Seja lá quais forem os seus sonhos, eles são seus! Não deixe que pequenos descuidos o afastem de metas para a sua vida.

Seis drenadores de dinheiro que podem estar atrapalhando o seu trajeto:

1. Taxas Bancárias:
A longo prazo, são uma verdadeira erva daninha que muitas vezes somam quantias expressivas. O banco é uma corporação, e assim sendo, precisa muito mais de você do que você dele. Compare diferentes instituições, muitas delas oferecem vantagens para novos correntistas e contas sem taxas. Negocie, nesta relação, o poder é todo seu.

2. Planejamento de viagens:
A comodidade de buscar tarifas de hotéis em buscadores online por exemplo, muitas vezes nos fazem não contatar o hotel diretamente, que pode em algumas situações oferecer tarifas mais baratas que as pesquisadas na Internet. A mesma coisa com passagens aéreas e aluguel de carros. Quanto mais antecedência no planejamento, mais chances de conseguir os melhores descontos e pacotes.

3. Bares e restaurantes:
Ao optar por um determinado local, veja se há vouchers de descontos, promoções especiais para determinados cartões de crédito ou até mesmo descontos em sites de compras coletivas. Tentar visualizar o menu de antemão é uma boa opção para que não seja pego de surpresa com os preços praticados.

4. Estacionamento:
Especialmente em grandes centros, os preços de estacionamento são absurdamente altos. Muitas vezes dividir um Uber ou taxi com os amigos vai sair mais em conta que ir em seu próprio carro, gastando não só com o estacionamento mas também com o combustível.

5. Almoço no trabalho:
Olhe este número: um café no Starbucks custa em média, US$4. Se você toma um por dia, em uma semana são US$ 20, em um ano, US$ 1000 aproximadamente desaparecem da sua carteira. Uma ótima oportunidade de se alimentar melhor, prepare seu almoço e leve seu café ou troque-o por um chá, ainda mais simples de fazer! Nesta mudança de atitude você não perde dinheiro e ganha em saúde.

6. Tarifas de celular:
Caros e muitas vezes nem tão abrangentes, os planos de telefonia são uma verdadeira possibilidade de gastar mais que deveria. Cheque todas as operadoras, teste possibilidades e use o mínimo possível, o que com o advento do whatsapp e outros aplicativos de conversas instantâneas tem sido muito mais fácil.

7. Planos de Assinaturas:
TVs a cabo, revistas, jornais… Reavalie e veja até onde você está realmente precisando deles. Recentemente, uma cliente me relatou que estava gastando cerca de US$200 por mês com uma assinatura de TV a cabo a qual mal assistia. Por conta de um problema com um canal, entrou em contato com a provedora, e acabou cancelando o pacote e descobriu, então, que a operadora de telefonia que provia a conexão de internet disponibilizava alguns canais gratuitos de tv! Resultado: continuou vendo os mesmo programas mas economizando nada menos que US$ 2,400 por ano.

8. Supermercado:
Faça lista e atenha-se a ela. Se possível, escreva a lista seguindo a disposição das prateleiras, o que evita ficar vagando por um festival de coisas coloridas chamando a sua atenção.
Outra ação não somente benéfica no bolso mas também no meio ambiente: priorize produtos locais.
Vá somando mentalmente a medida que vai enchendo o carrinho e tenha um orçamento estipulado para as compras.

9. Mensalidades
Paga academia e não vai? Passe a fazer exercícios em parques, praia, ou corra pela própria vizinhança. Mensalidades não utilizadas acabam causando um grande mal estar e você pode acabar com um sentimento de frustração, que nunca é bom!

Bom, acima dei dicas de lugares específicos para onde seu dinheiro pode estar escoando sem a sua anuência, mas acima de tudo, o bom senso e atenção devem te manter feliz! Selecione o que é realmente importante e aí sim, use seu dinheiro com prazer. Assim você se recarrega e mantém o bolso e as emoções em ordem.